Pular para o conteúdo principal

Amendoim

Amendoim
                      BENEFÍCIOS DO AMENDOIM
Ácidos graxos monoinsaturados: Conhecidos como gorduras do bem, os ácidos graxos monoinsaturados contribuem para diminuir a oxidação, aumentar a captação do colesterol ruim (LDL) pelo fígado e elevar as taxas do colesterol bom (HDL). O LDL, em excesso no sangue, provoca aumento na deposição de placas de gordura nas artérias, o que impede o fluxo de sangue; já o HDL tem a função de transportar o colesterol dos tecidos para o fígado. Esse processo é fundamental para evitar o aparecimento de doenças cardiovasculares, como a aterosclerose (entupimento das artérias).

•Gordura: Importante ao corpo por ser fonte concentrada de energia, servir de transporte e absorção das vitaminas lipossolúveis (insolúveis em água), além de ser precursora de diversos hormônios e proteger as membranas celulares.

•Omega-3: Reduz, moderadamente, os níveis de triglicérides no sangue e a pressão arterial. Junto ao Omega-6 previne o envelhecimento, por funcionarem como renovadores celulares.

•Magnésio: Importante para a circulação, fortalecimento dos músculos, e para cicatrizações; essencial para o sistema nervoso e para afastar o estresse.

•Cálcio: Fortalece a estrutura óssea e previne osteoporose. Deve ser sempre consumido em conjunto com o magnésio.

•Vitamina E: Nutriente famoso pela ação de antioxidante, ou seja, de combate ao excesso de radicais livres e prevenção de tumores. E, ainda, é responsável por aumentar a resistência dos músculos ao reduzir dores e preservar o sistema imunológico.

•Vitaminas do complexo B: Essenciais ao sistema nervoso são auxiliares na digestão, além de afastarem o mau humor por ajudarem na formação de neurotransmissores como a serotonina, que é sinônimo de bem-estar.

•Omega-6: Renovador celular, prevenindo o envelhecimento precoce.

•Selênio: Eficácia na redução do estresse celular, físico e emocional.

•Ferro: Importante na dieta de gestantes, pois ajuda na formação do sistema nervoso do bebê, bem como no crescimento do feto, além de reduzir infecções comuns na gravidez. Também é extremamente importante ao longo da vida toda, pois é parte das células vermelhas e sua carência é diagnosticada como anemia.

•Ácido fólico ou folato: É essencial para a formação correta do sistema nervoso do feto.

•Fósforo e Potássio: Ajudam a afastar a fadiga e dão pique total para quem pratica atividades físicas. O fósforo ajuda na formação dos ossos e é fundamental na constituição do rim. Já o potássio, melhora a contração muscular e é um aliado para quem pratica exercícios físicos.

•Sem colesterol: Mesmo com alto valor calórico, não contém colesterol por ser de origem vegetal.

•Gorduras monoinsaturadas: Ajudam a perder peso, pois são responsáveis por manter o nível de açúcar no sangue estável e ativar o metabolismo da queima de gorduras, além de ajudar a converter os estoques de gordura corporal em energia.

•Fibras: Geram saciedade e ajudam no emagrecimento.

•A favor da beleza: Além de ser um alimento que possui renovadores celulares e proteger contra o envelhecimento precoce, ter ação anti-inflamatória e a proteger os vasos sanguíneos, combatem o enfraquecimento de unhas e cabelos, regulando a oleosidade e afastando dermatites e seborreia.

Fonte:APAN- Associação Paulista de Nutrição
Matéria: “Pequenas e poderosas!” Revista Vida Natural Edição 0009- Páginas 34 a 39.

Comentários

TOP 10 DA SEMANA

Biri-biri

 Você já ouviu falar no biri-biri? É uma fruta que se parece com a carambola e também é conhecida como limão de caiena, devido ao seu sabor azedo característico e localização pela qual chegou às terras brasileiras, entrando na Amazônia por Caiena, na Guiana Francesa. Ela é muito comum na Bahia e faz parte de muitos pratos da culinária regional. A cultura popular acredita que essa frutinha é “antidiabética” e que ajuda a queimar calorias! Um estudo do extrato da fruta mostrou que ela é capaz de diminuir em 50% as taxas de glicose do sangue,  além da sua alta concentração de vitamina C. O azedinho do biri-biri combinado com algumas folhinhas de hortelã se transforma num delicioso e refrescante suco.

Fonte: http://www.goodlight.com.br

Umbu

Umbu é uma fruta de polpa suculenta nativa da Caatinga,região de fortes secas.
A árvore, quando adulta, vive em média 100 anos e pode armazenar até dois mil litros de água em suas raízes.  O umbu destaca-se pelo aroma e pelo quanto pode ser consumido sem causar desconforto. 
Sua polpa tem ação energética e é rica em hidratos de carbono e vitaminas B e C. Seu uso culinário abrange o fruto maduro e verde,transformado de diversas formas,e as folhas cruas ou refogadas.

Bastante apreciado in natura, o umbu é utilizado na fabricação de polpa, suco, sorvete, doce, geléia e uma grande variedade de produtos. Industrializado, o fruto apresenta-se sob forma de sucos engarrafados, doces, geléias, vinho, polpa de frutas.
Pode se cozinhar os frutos mais "passados" para obter vinagre ou bater a polpa com leite e açúcar pra se fazer a tradicional Umbuzada,que pode substituir a refeição noturna do nordestino.

Fonte: lilliverdi.blogspot.com.b




Cagaita

Esse fruto do Cerrado é rico em antioxidantes e vitamina C, tendo um sabor azedinho e ainda um efeito laxativo quando consumidos em grande quantidade  principalmente se estiverem quentes. Já suas folhas têm o efeito oposto quando preparadas em infusão. O nível de vitamina C encontrado nela é superior ao das frutas comuns, e isso faz dela um potencial para bebidas isotônicas e funcionais, assim como seu emprego em geleias e refrigerantes, que ainda terão como acréscimo suas propriedades antioxidantes.

Jambo

O seu gosto é adocicado e suavemente ácido e o aroma é parecido ao de rosas. O jambo é composto por vitamina C, antioxidantes que atuam diretamente na prevenção do envelhecimento precoce,flavonoides e taninos.Todos esses ingredientes neutralizam a ação dos temidos radicais livres, e contribuem para a formação do colágeno e também contra tumores. Fonte:http://www.mundodastribos.com

Cambuci

Além de frutífera a árvore também é ornamental, estando infelizmente sob risco de extinção. Nativa da Mata Atlântica, seus frutos são um ótimo ingrediente para doces e sucos. Arredondado, de polpa carnuda, fibrosa e com poucas sementes, o fruto tem um perfume adocicado e intenso. Há ainda a casca, que verde e com tons em amarelo, é adstringente. O sabor é um pouco ácido, bem parecido com o do limão e apesar de poder ser consumida, o melhor uso é mesmo para o preparo de doces, geleias e sucos.